Dermatopatologia

Todos os Exames

A ESPECIALIDADE

Dermatopatologia é uma subespecialidade médica da área de patologia cirúrgica que trata do estudo das doenças da pele em nível microscópico. Também engloba análises das possíveis causas de doenças de pele em um nível celular.

O PATOLOGISTA

O patologista que atua na área de dermatopatologia trabalha em estreita colaboração com dermatologistas. Os dermatologistas são capazes de reconhecer a maioria das doenças de pele com base em seus quadros clínicos, distribuições anatômicas e comportamento. No entanto, algumas vezes, esses critérios não permitem um diagnóstico conclusivo e uma biópsia (amostra) da pele é levada para ser examinada ao microscópio – é nesse instante que entra em cena o Patologista.

 AS TÉCNICAS

A análise convencional das biopsias e peças cirúrgicas (cortes teciduais corados pela hematoxilina – eosina) revela a histologia das doenças e resulta numa interpretação de diagnóstico específico. Em alguns casos, testes adicionais precisam ser realizados , incluindo colorações histoquímicas especiais, exame de imunofluorescência, imuno-histoquímica e análises moleculares (hibridização in situ fluorescente, hibridização in situ cromogênica).

  • Colorações Histoquímicas (PAS, Giemsa, Fite-Faraco / WADE / Ziehl-Nielsen, Grocott, Alcian blue pH 2,5, Vermelho – Congo, Pearls e Weighert) – são de auxílio no diagnóstico diferencial de doenças inflamatórias e infecciosas.
  • Imuno-Histoquímica – IHQ – permite a detecção de moléculas específicas nos materiais obtidos através de patologia cirúrgica e de citopatologia, auxiliando, principalmente, no diagnóstico de neoplasias cutâneas.
  • Hibridização in situ Fluorescente – FISH - é o método mais sensível para detecção de mutações genéticas por fluorescência, particularmente em sarcomas, linfomas e melanomas.
  • Hibridização in situ Cromogênica – CISH –  é o método para detecção de genoma do Papiloma Vírus Humano (HPV) em amostras de histopatologia ou citopatologia.

 

DESAFIO DA ESPECIALIDADE

O grande número de diagnósticos diferenciais. Mais de 1500 diferentes doenças da pele existem, incluindo erupções cutâneas (“rash”), infecções e neoplasias. Portanto, os patologistas que devem manter uma ampla base de conhecimento em dermatologia clínica e estarem familiarizados com todas as áreas da Medicina, lembrando que o patologista deve ter em mãos os dados clínicos e hipóteses diagnósticas do paciente a fim de fazer a correlação clínico-patológica para oferecer o diagnóstico mais preciso possível.

MISSÃO

Fornecer diagnósticos precisos, claros e rápidos, através do desenvolvimento de fortes relações de consulta com cada dermatologista, juntos prestando o melhor cuidado possível para cada paciente.

  • Blocos de parafina
  • Lâminas com preparados citopatológicos (EXAME IMUNO-CITOQUÍMICO – esfregaços, citocentrifugados ou imprints fixados, mesmo já corados)

Para maiores informações, consulte-nos por telefone.

 

FORMULÁRIO DE REQUISIÇÃO PARA OS EXAMES [DOWNLOAD]

Os exames são realizados de forma padronizada e validada, com controle de qualidade interno individualizado por lâmina, através de técnica de tissue microarray desenvolvida e patenteada por nós, com validação científica através de publicações nacionais e internacionais. Além disso, participamos continuamente, com proficiência, de dois programas de controle de qualidade externos internacionais – do College of American Pathologists – CAP (Estados Unidos) e do United Kingdom Quality Assessment Scheme for immunocitochemistry – UK-NEQAS-ICC (Inglaterra).

Em Breve.

40601110

Procedimento diagnóstico em biópsia simples “imprint” e “cell block”

40601196

Procedimento diagnóstico em fragmentos múltiplos de biópsias de mesmo órgão ou topografia, acondicionados em um mesmo frasco,

40601200

Procedimento diagnóstico em peça anatômica ou cirúrgica,

40601218

Procedimento diagnóstico em peça cirúrgica ou anatomia complexa,

40503216

Interpretação e elaboração do laudo da análise genética, por amostra

40501159

FISH em metáfase ou núcleo interfásico, por sonda

40601170

Procedimento diagnóstico em painel de imunoistoquímica (duas a cinco reações)

40601188

Procedimento diagnóstico em reação imunoistoquímica isolada

40601153

Procedimento diagnóstico em revisão de lâminas ou cortes histológicos seriados